Straßenfest e a celebração da diversidade em Berlim
12 de julho de 2017
Pedalando pela história berlinense
17 de julho de 2017
Exibir Tudo

Lübeck, a intocada cidade medieval

Graciosa em sua essência, Lübeck reúne itens essenciais para quem procura por tranquilidade e um cenário bucólico. Em meio às construções medievais, a cidade circundada por lagos e florestas remonta às histórias quase esquecidas deste povoado que teve sua origem no século I a.C.

Localizada no norte da Alemanha, no estado de Schleswig-Holstein, teve sua arquitetura consagrada e reconhecida pela UNESCO, que a declarou Patrimônio Histórico da Humanidade. Lübeck fica a aproximadamente 230 km de Berlim, sendo facilmente acessada por trem, ônibus ou carro.

A Porta de Holsten (Holstentor) é o principal cartão postal de Lübeck, construída no estilo gótico em 1464 no centro da cidade hanseática. Na frente do portão existe a seguinte menção: “ Concordia domi foris pax”, que significa “Com harmonia, sem paz”.

A construção da porta surgiu da necessidade de se proteger de ataques externos, uma vez que a rica cidade de Lübeck tornou-se cobiçada por povos invasores. Todo a estrutura de muralhas, que circundavam a cidade, não existe mais.

Lübeck também é conhecida pelas marionetes. A cidade conta com um museu incrível sobre o tema, localizado em casas que datam mais de 400 anos. Nas vitrines do museu estão expostos bonecos centenários, que chegam até a dar um calafrio quando se passa ali pela noite. O acervo é muito interessante e, desde sua fundação em 1977, o museu traz para os visitantes a história destes ícones do folclore alemão.

Para os fãs de marzipã, a cidade foi onde surgiu o famoso Lübecker Marzipan. Antigamente, o marzipã era um privilégio dos ricos e poderosos, e hoje continua a ser produzido em um trabalho artesanal. Nos belíssimos salões do marzipã da fábrica Niederegger Marzipan, os visitantes ficam conhecendo tudo sobre a longa viagem que essa especialidade de amêndoas fez ao longo de centenas de anos, desde sua origem no Oriente até a cidade hanseática. Embora os habitantes de Lübeck não tenham inventado o marzipã, eles certamente souberam levá-lo à perfeição.

Lübeck ainda possui em seu nono distrito uma praia: Travemünde. O balneário banhado pelo mar Báltico é um refúgio para os alemães que buscam uma praia para se distrair. Não espere uma praia com areia fofinha e mar quente, mas é uma opção para quem está acostumado a passar frio na maior parte do ano. A praia conta com diversas tendas, nas quais você pode relaxar e aproveitar o dia ao som das ondas.

Lübeck não está longe de Hamburgo e recomendamos que a visita seja combinada. As cidades hanseáticas do norte da Alemanha são cheias de história e nos enriquecem culturalmente e encantam com suas belezas.

 

1 Comment

  1. Lycia Güth disse:

    Lübeck é uma linda cidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.